terça-feira, 29 de agosto de 2017

Tarte de Limão

Normalmente quando faço receitas que levam mandioca ou batata doce, acabo sempre por fazer pouca quantidade e depois ter que ir cozer mais. Ontem quando fiz a Quiche de Legumes pensei: ahhh desta vez não vai acontecer, e cozi logo duas mandicocas enormes... resultado: sobrou metade da mandioca cozida 😅 Ah bruta! Lol
Resolvi então meter em prática uma ideia que já tinha em mente desde que fiz o Quiche de Camarão e Alho-Francês, fazer uma versão doce da massa da base! Mais uma desculpa 😝 para usar a minha nova  forma para quiches e tartes   da  Sweet Selection 😍
Ficou muito bom!!! Lembra mesmo massa quebrada doce 👌Até o meu pequenino gostou :)





Ingredientes: 

Base:
400grs de mandioca cozida e (muito) bem seca
150grs de batata doce branca//amarela (muito) bem seca
1/2 colher de sopa de pasta de tâmaras (ou o equivalente em mel,xarope de tâmaras ou açúcar de coco)
1 colher de sopa de farinha de amêndoa (opcional)
1 colher de sopa de óleo de coco (usei da Origens Bio) - (ou manteiga caso use lacticínios)
1 colher de café de fermento sem glúten para bolos
1 colher de chá de canela (opcional)
Pitada de sal
(Não coloquei mas acho que um ovo aqui deve ficar bem)



Recheio:
400mls de leite de coco (usei da Origens Bio - lata verde)
6 gemas médias
2 colheres de sopa de polvilho doce ou araruta
1/3 de vagem de baunilha
2 cascas de um limão
1 pau de canela
1 colher de sopa de pasta de tâmaras/ xarope de tâmaras (ou o equivalente em mel ou açúcar de coco - não fica muito doce)
1 colher de chá de fermento sem glúten para bolos



Preparação:
Com um garfo, robot ou processador transformar a mandioca e a batata doce em puré, juntar os restantes ingredientes misturar bem até obter uma massa consistente e moldável.
Forrar a forma com a massa, picar com um garfo e levar ao forno a180* cerca de 20min. Retire e reserve.
Entretanto, numa panela coloque o leite de coco, a vagem, o limão, a canela e a pasta de tâmaras, deixe ferver e desligue. Retire a vagem, o limão e a canela. Junte o polvilho e triture com a varinha mágica para evitar grumos. Aos poucos com a varinha mágica ainda ligada, adicione as gemas batidas e o fermento.
Verta o preparado sobre a massa e leve novamente ao forno a 180o cerca de 20/25 minutos (pode variar dependendo do forno e da forma usados).
Sirva frio.

Ver também: Tarte de MaçãTarte de Ameixa e Tarte de Batata Doce e Amêndoa




segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Quiche de Legumes

Como sabem (ou não lol) ando, aos poucos, a trocar a "triquitana" da cozinha, teflons e companhia tudo para o lixo. Confesso que antes nem pensava muito nisso, ou pensava mas não ligava, mas desde que engravidei comecei a levar esta questão mais a sério, esta e não só, a alimentação, os produtos de higiene, entre muitas outras, quero fazer e dar ao meu filho  o melhor que posso.
Podem ler mais sobre os perigos dos teflons aqui
Adoramos quiche cá em casa, com base ou mesmo sem ela. É super versátil e uma óptima forma de "esconder" legumes no caso de terem miúdos (ou graúdos lol)que não gostem deles. Felizmente (para já) esse não tem sido o caso aqui 😍
Ora, quando vi que a  Sweet Selection tinha a forma para quiches e tartes que eu andava a namorar,  em promoção, não resisti 😝 Eu acho que vibro tanto com utensílios de cozinha, como algumas mulheres vibram com sapatos 😂 Não que eu não goste de sapatos, porque gosto e muito, mas gosto mais das minhas "triquitanas" da cozinha 😍( e de andar descalça 😂).  E como, ao contrários, dos sapatos, não as posso ir mostrar para a rua, venho para aqui toda empolgada 😂
Hoje, mal chegou a encomenda, meti mãos à obra, mais o meu pequeno ajudante e fizemos um delicioso quiche de legumes.
Nota: caso tenham um ajudante como o meu, façam massa a mais lol é muito gira para moldar e brincar e tem a vantagem de não ser tóxica :)
A inspiração para a base super simples, sem farinhas e muitoooo boa veio daqui, mas simplifiquei ainda mais :)
É verdade, sou só eu que nunca sei se devo dizer A quiche ou O quiche? LOL
Vamos, lá então à\ao quiche, antes que arrefeça 😝




Ingredientes:

Base:
600grs de mandioca cozida ( bemmmm seca)
1 colher de sopa de azeite
1 colher de chá rasa de alho em pó
Pitada de bicarbonato de sódio
Sal e pimenta a gosto

Recheio:
6 ovos
200ml de leite de coco (usei da Origens Bio)
1/2 pimento vermelho pequeno picado
1 cebola pequena picada
1/2 ramo de coentros picados
1/3 de courgete picada
1 cenoura pequena picada
1 cebola pequena picada
1 colher de chá de caril
1 dente de alho picado
1 colher de chá de fermento sem glúten para bolos
(Pode adicionar outros legumes ou trocar estes por outros :) )



Preparação:

Base:
Certifique-se de que a mandioca está bem seca, reduza-a a puré com um garfo, processador ou robot de cozinha. Junte os restantes ingredientes e amasse bem. Vai obter uma massa muito fácil de trabalhar.
Forre a forma, faça furos na massa com o auxílio de um garfo e leve ao forno a 180o cerca de 20minutos.


Recheio:
Bata os ovos, junte todos os legumes picados, o leite de coco, temperos e fermento. Mexa muito bem e verta sobre a base (pode polvilhar com cebolinho picado ou oregãos). Leve, novamente ao forno, cerca de 20minutos (ou até estar pronto - pode variar conforme a forma e forno utilizados).






Ver também: Quiche de Camarão e Alho-Francês e Quiche de Salmão e Pimentos





sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Ahh Fígado

Ahhh iscas... amadas por uns, odiadas por outros 😝😂😍

Há dias li que apenas 100grs de fígado têm 50% das proteínas e vitaminas que o organismo humano precisa consumir diariamente.

Possui 9 das 11 vitaminas existentes, principalmente, vitaminas A e B12, indispensáveis para a formação dos glóbulos vermelhos e para o bom funcionamento do nosso sistema nervoso, é também uma fonte rica de ferro e zinco, que ajudam a manter a pele saudável, estimulam a resistência do corpo e ajudam no combate à infecções.

Mas... dizia um médico amigo, e bem, o fígado é também um filtro de toxinas e impurezas do corpo, e tal como o resto da carne, se for de um animal de produção intensiva, terá também hormonas, antibióticos e sabe-se lá mais o que..."enjoadinha"como sou lol andei muito tempo sem comer nada disto e um pouco frustrada por n encontrar fígado de qualidade. O que me irritava porque eu pertenço ao grupo dos que amam iscas 😂Por isso fiquei super feliz quando descobri  que o Solar da Giesteira tinha carne isenta de hormonas, antibióticos e conservantes. 😍 É a carne que consumimos cá em casa e que dou ao meu Bebé (que tal como eu também adora "figagu" 😝)

Sou fã do Solar da Giesteira, da qualidade da carne e da forma como trabalham. Além disso sei que tudo começou quando há uns 20 anos atras um pai, tal como eu agora, quis dar carne de qualidade aos filhos pequeninos e não encontrou, começou por essa razão, a criar os seus próprios animais. A família e amigos gostaram, a produção foi aumentado e hoje é o Solar que conhecemos :) o que ainda aumenta o meu respeito e admiração por esta empresa e tenho por isso muito orgulho em os ter como parceiros do meu blogue e página :)

O almoço de hoje: Iscas com limão, ovo caseiro, papaia , beterraba com coentros e alho e espinafres ❤ o baby comeu parecido mas com esparguete de sarraceno 🙂






Fonte: http://healthyeating.sfgate.com/benefits-eating-beef-liver-5752.html

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Mini Torta ou Panqueca de Amêndoa e Noz

Torta de Noz e Amêndoa com Doce de Ovos ficou tão boa e recebi feedback tão positivo por parte de quem segue o blogue e a página, que fiquei com vontade de fazer algo semelhante mas mais simple, rápido e lowcarb. E... hoje foi o dia! Lol Na verdade a torta até se podia chamar panqueca.. tudo depende se a enrolam ou não lol É super simples e fica irresistível. 5 mim na frigideira e voilá! 😝👌


Ingredientes: (rende 3 panquecas/tortas):
3 ovos
3 colheres de sopa bem cheias de farinha de amêndoa (amêndoa moída - usei da Pick One Snack)
3 colheres de sopa bem cheias de farinha de noz (noz moída - usei da Pick One Snack)
1 colher de chá de canela em pó (ou a gosto)
1 colher de chá (generosa) de fermento sem glúten para bolos
(Pode adoçar com xilytol (low carb) ou mel ou xarope de tâmaras ou açúcar de coco (não são opções LowCarb)

Recheio:
Manteiga de amêndoa com pedaços (usei a da Nutural)



Preparação: 
Colocar todos os ingredientes num recipiente e bater tudo (usei a varinha mágica). Se ficar muito líquido junte mais um pouco de farinha.
Ligue o lume e aqueça (na boca mais pequena e no mínimo) uma frigideira anti-aderente pequena  (se necessário untar primeiro com óleo de coco), coloque cerca de uma concha de sopa de massa, tape e deixe cozinhar cerca de 2/3 minutos, destape e vire, deixe cozinhar mais 1 minuto.
Cubra com manteiga de amêndoa com pedaços e enrole. Depois de enrolada, corte  as pontas para ficar com o formato de uma torta (a menos que tenha utilizado uma forma quadrada :) existem umas muito giras). Por cima coloquei mais manteiga de amêndoa e algumas nozes :)




Sim também dá para fazer no microondas, mas cá em casa não usamos há mais de 10anos e é por esse motivo que aqui não encontram receitas de bolos de caneca e companhia :)






Ver também: Torta de Noz e Amêndoa com Doce de Ovos , Panquecas de Amêndoa  e  Panquecas Fofas de Amêndoa - LowCarb

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Pastéis de Bacalhau

Andava mortinha para "meter a mão" numa M-Press". Este mês descobri que estava em promoção (aiii eu e as promoções 😝 se precisarem saber onde há algo  promoção  é só perguntar: fraldas, azeite, óleo de coco, formas, farinhas, frutos secos, boa carne, e tudo e tudo e tudo 😂 sempre informada 😝 a preço normal não dá 😩😩 já em promoção fica difícil quanto mais) e comprei à minha querida amiga e parceira do blogue Soluções Perfeitas - TW a maquineta maravilha :D Dá para fazer biscoitos, gnocchi, churros, barrinhas, pastéis enfim o céu é o limite, ou neste caso o tecto da minha cozinha lol 😬😁
Chegou ontem e hoje aproveitei que tinha demolhado bacalhau e fiz uns pastéis de bacalhau com batata doce. Pastéis de bacalhau trazem-me memórias tão boas (cheiros, musicas, locais, comidas fazem muitas vezes click na minha memória) lembram-me a minha avozinha, fazia os melhores pastéis de bacalhau do mundo 😍 lembram-me o Natal, o meu sogro faz uns maravilhosos que quase, quase, quase batem os da minha avó ❤ e lembram-me viagens de barco, em miúda, de Vila Real de Santo António para Ayamonte 😂 Nunca faltavam os pasteis 😂
Bom mas vamos lá à receita 😝





Ingredientes:

500grs de batata doce cozida e escorrida (deve ficar bem seca) - também pode usar batata branca
200grs de bacalhau previamente demolhado e desfiado
1 ovo médio (para quem não pode consumir ovo, dá para fazer sem)
40grs de polvilho doce
30grs de cebola picada
1 dente de alho picado (sem o cerne)
4 colheres de sopa de salsa picada
2 colheres de sopa de coentros picados
Sal e pimenta preta a gosto
Opcional: pitada de noz moscada



Preparação:

Transformar a batata (fria) em puré. Juntar os restantes ingredientes e misturar muito bem.
Na M-Press meti tudo lá dentro, "apertei" a massa, destapei a saída e lá saíram eles :) depois foi só cortar e neste caso como queria que se parecessem com os habituais pasteis de bacalhau, dei-lhes um formato mais bicudo  nas pontas.
Sem M-press, pode fazer com duas colheres de sopa, apertar  a massa com elas e conferir-lhe a forma dos pastéis.

Pode fritar em óleo de coco ou banha caseira por exemplo ou levar ao forno. Fiz, estes, no forno a 180o (pre-aquecer) cerca de 15 minutos, depois virei-os s deixei mais 10 minutos :)

Podem acompanhar com Arroz" de Couve-Flor simples ou com Cenoura ou Coentros ou Tomate (ou todos lol :) ) Salada ou legumes cozidos :)



Ver também: Pataniscas de Bacalhau



A M-Press da Soluções Perfeitas - TW :



Pita Shoarma - Carne, Pão Pita e Molho

No fim de semana passado, resolvi recriar um prato de fast food que adorava e já não comia há anoooos: Pita Shoarma!
Confesso que desde que mudamos a nossa alimentação sentimos um certo repudio ao fast food que antes comíamos, a forma como é confeccionado, a qualidade dos alimentos ( ou por outra a falta dela), mas poder criar algo semelhante em casa com ingredientes de qualidade e que não são prejudiciais à nossa saúde, até torna tudo mais saboroso!
A receita da carne (a super tenra e saborosa carne isenta de hormonas, antibióticos e conservantes do Solar da Giesteira) foi feita a olho do que me lembrava de um programa que vi há uns anos na tv, o pão andava a namorar esta receita da Lígia há vários meses, fiz parecido com a mandioca que tinha em casa, o molho vi uma vez um de frasco num supermercado, vi o que levava e fiz semelhante em casa mas sem "porcarias" :p
O resultado superou as expectativas, o sabor é realmente muito parecido <3 e vou sem dúvida repetir mais vezes 😍
Ah e o baby adorou o pão (até mesmo sem nada) 😄







Carne: 

Ingredientes:

500grs carne de porco, frango, borrego ou vaca ( usei vaca: bife do pojadouro do Solar da Giesteira)
1 colher de café de alho em pó
1 colher de café de gengibre
1 colher de chá de cominhos
1 colher de chá de caril ou açafrão das indias
1 colher de café de canela
1 colher de café de sementes de coentros em pó ( ou se não tiverem juntem um ramo de coentros na marinada)
1 colher de chá de pimentão doce
1 colher de chá de sumo de limão
pimenta cayenne a gosto
sal e pimenta q.b
( as quantidades das especiarias podem ser ajustadas de acordo com os vossos gostos)

banha caseira, azeite e/ou óleo de coco ( usei banha de porco preto caseira)








Preparação:

Corte a carne em pequenas tiras ou cubinhos e tempere bem. Deixe repousar pelo menos 4 horas.
Frite a carne na banha de porco e reserve.


Pão: (rende 5 pães) (sem ovo)

Ingredientes:
400 grs de mandioca cozida ( cozer com sal)
20grs polvilho doce
1colher de chá de azeite
1 colher de chá generosa de fermento para bolos sem glúten





Preparação:

Quando a mandioca estiver fria e bem seca, esmague muito bem até a reduzir a puré, junte o azeite o polvilho e o fermento. Misture bem até obter uma massa firme e maleável.
Faça 5 bolas e com o rolo de cozinha transforme-as em círculos não muito finos.
Leve ao forno (pré-aquecido a 180º)  num tapete de silicone e deixe cozinhar cerca de 20 min ou até estarem cozidos.
Deixe arrefecer um pouco e com uma faca fina e afiada abra ao meio.



Molho:(low carb)

Ingredientes:

100ml de Maionese Caseira (caso consuma lacticínios pode fazer com 100ml de iogurte grego ou 50ml de maionese e 50ml de iogurte)
1 dente de alho sem o cerne
1 colher de chá de sumo de lima (ou limão)
1 colher de chá de cebolinho picado
1 colher de café de oregãos


Preparação:

Triturar tudo com a varinha mágica até obter um molho cremoso.








O Pita Shoarma: Abrir pão pita, colocar alface icebergue cortar em juliana, juntar cenoura ralada, carne e cobrir com molho. Comer e chorar por mais :p

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Gressini (palitos de pão)

Há pouco tempo descobri uma forma de gressini (palitos de pão) super gira na Sweet Selection.
Fiz duas versões: uma low carb com amêndoa e outra que ficou muito parecida com os gressinhos normais do supermercado :)
São uma ideia gira para os mais pequenos ou para nós como snack ou acompanhamento de patés ( ver Paté de Atum) ou  Guacamole, por exemplo.
São muito simples de preparar e duram imenso tempo






Ingredientes:

25 grs polvilho doce
25 grs polvilho azedo
25 grs farinha de trigo sarraceno
25 grs farinha de mandioca
75 grs de água
1 colher de sopa de azeite
Sal
(Opcional: sésamo, alho em pó, paperika, ervas finas, cebolinho etc)

Ingredientes: (versão lowcarb)

3 claras
50grs farinha de amêndoa
10grs linhaça moída
10grs de sementes de sésamo
1colher de chá de Azeite




Preparação: (igual para as duas receitas)

Misturar bem os ingredientes secos, juntar os restantes ingredientes, mexer bem ate obter uma massa homogénea. Colocar a massa no saco de pasteleiro, "forrar" o fundo da forma com sementes de sésamo e preencher os espaços com a massa. Colocar sementes de sesamo por cima e levar ao forno (pré-aquecido a 180º) deixar cozinhar cerca de 15/20 minutos ( pode variar dependendo da forma e forno utilizados). Desenformar, colocar num tapete de silicone ou papel vegetal e deixar cozinhar mais 8 minutos.
Colocar sobre uma grelha e deixar arrefecer - depois de frios ficam mais duros)





ver Crackers de Sésamo e Cebolinho


sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Donuts LowCarb

E como prometido aqui está a versão donuts LowCarb :) melhor que donuts Paleo só mesmo donuts Paleo low carb 😝😝 ficam deliciosos e muito fofinhos :)



Ingredientes:

10 colheres de sopa de leite de amêndoa
4 colheres de sopa de farinha de amêndoa (ou duas de amêndoa e duas de coco)
1 colher de sopa de Psyllium Hust em pó
1 colher de sopa de óleo coco (uso o da Origens Bio)
1 colher de chá de fermento para bolos sem glúten
2 ovos
Raspa de vagem de baunilha
Para adoçar caso desejem pode colocar xilytol

Opcional (não é low carb):
Tâmaras ou açúcar de coco
1 colher de chá de polvilho doce



Preparação:

Super simples: Bater todos os ingredientes, meter na forma (até acima) levar ao forno a 180o cerca de 25min (pode depender do forno e das formas)
Por cima coloquei manteiga de amêndoa da Nutural 😍😍😍

Usei esta forma que comprei na Soluções Perfeitas - TW






Argolas (Donuts) com Cobertura de Chocolate

Comprei uma forma de donuts à Soluções Perfeitas tão gira que andei uns tempos a testar várias receitas de donuts, até de peixe fiz 😅😂
Hoje vou partilhar estas que ficaram muito boas e, entre hoje e amanhã, vou tentar ainda meter outras duas receitas da saga "donuts" mal tenha tempo :) (tenho versão LowCarb e versão massa de donuts/bola Berlim)



Ingredientes:

2 ovos médios
2 colheres de sopa de leite de amêndoa ou coco (usei caseiro de amêndoa)
2 colheres de sopa de farinha Teff
2 colheres de sopa de fubá de mandioca
2 colheres de sopa de farinha de coco ou amêndoa
1/2 colher de chá de fermento sem glúten p/bolos
3 tâmaras (ou açúcar de coco/mel/xilytol etc)
1 colher de chá de óleo de coco (usei Origens Bio)
1 pitada de sal

Cobertura:

4 quadrados de chocolate 92% (usei da Vivani) ou a gosto
1 colher de chá de óleo de coco (usei Origens Bio)
1 colher de chá de leite de coco ou amêndoa (usei de coco da Origens Bio)




Preparação:

Triturar as tâmaras com os ovos e o leite. Juntar os restantes ingredientes bater tudo até obter uma massa homogênea. Derramar a massa na forma ( encher até acima).
Levar a forno pré-aquecido a 180º cerca de 15 minutos ( pode variar dependendo do tipo de forno e forma usada)

Para a cobertura levar os 3 ingredientes ao lume até obter um creme de chocolate, Cobrir os donuts e decorar com coco ralado, amêndoas picadas ou outro a seu gosto :)


A forma Soluções Perfeitas


Ver também Donuts Low Carb


As Papas e os Pequenos Almoços do meu Bebé

 Como sabem (ou não lol) não sou apologista das típicas papas para bebés, muitos ficariam surpreendidos ao saber a quantidade exorbitante de açúcar que contêm, para além de outros ingredientes "duvidosos". Quando me perguntam: "Então mas se não usas essas dás o que? Fazes papas caseiras em casa?" Não, as "papas" do meu filho quando era mais pequeno eram (e muitas vezes ainda são)  sopa, abacate simples, fruta e abacate com fruta e/ou legumes. Super simples e nutritivo 🙂
Fazer uma  papa com farinha de arroz por exemplo, é estar a oferecer uma refeição pobre a nível nutricional, carregada de hidratos que vão engordar o bebé, sim, mas o facto de ganhar peso não significa que também "ganhe" saúde. Não há sequer comparação com a riqueza de uma sopa, por exemplo.
Há pouco tempo a Iswari lançou os Pequenos Budas, de que falei na altura, a embalagem diz a partir dos 3 anos, mas se formos ver os ingredientes todos eles podem ser dados a partir dos 9 meses (salvo casos de alergias etc) apenas o Pequeno Buda de Mirtilo Mágico tem adição de açúcar de coco, os outros não têm e utilizam bons ingredientes naturais e biológicos. Podem por isso ser um pequeno-almoço ou lanche interessante. Aos do meu filho adiciono fruta em pedaços, frutos secos, sementes, às vezes até abacate :) também gosta no copo, só com uma colher misturada no leite de coco ou amêndoa (ou materno) e bebe como se fosse o "galão" de leite vegetal que vê o pai beber quando tomam o pequeno-almoço juntos. Também são bons para fazer panquecas, muffins, waffles etc (Se comprarem online ao usarem o código "mama_paleo" ganham um desconto de 10% na vossa compra 😍)



Gosto que os lanches e pequenos-almoços do meu filho sejam variados e ricos a nível nutricional, fica aqui uma pequena lista para quem me pergunta o que costuma ele comer:

Fruta
Abacate
Legumes crus ou cozidos Al Dente (não gosta muito cozidos)
Ovo cozido
Frutos secos e sementes (não abusar)
Panquecas/waffles/muffins sem adição de açúcar (têm muitas receitas aqui no blogue :) )
Pequeno Buda de Maçã e Banana ou de Alfarroba com leite vegetal em papa ou líquido
Iogurte caseiro de coco simples ou com fruta/frutos secos/ sementes
Ovo mexido com (muiiiitos) legumes
Leite Materno 😝 No colinho da mãe❤ (Directamente da fonte lol)
Torradas de pão Paleo sem nada ou com "manteiga" de azeite e óleo de coco (quando quer comer igual ao pai)
Abacate com fruta
Iogurte bio de cabra, ovelha ou vaca
Queijo bio
Crepes Verdes 
Abacate e ou fruta com manteiga de amêndoa





E não me lembro de mais nada lol mas se lembrar volto para actualizar a lista :)


quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Nuttelitas


Há umas semanas atrás fiz estas bolachinhas para o meu filho e nunca mais me lembrei a  vir até aqui meter a receita. Chamei-lhes nuttelitas porque o sabor lembra a conhecida Nutella. Talvez até lembre mais se usarem só farinha de avelã, eu é que como nunca fui muito fã de avelãs, achei melhor meter também amemdoa. Suponho que também fique bom com farinha de noz caso queiram trocar alguma das farinhas. :)



Ingredientes: 

50grs de farinha de avelã (moída grosseiramente)
50grs de farinha de amêndoa (moída grosseiramente)
1 ovo médio
1 colher de sopa de coco ralado
1 colher de sopa de cacau cru em pó ( uso da Iswari - com o código "mama_paleo" tem 10% de desconto nas suas compras online)
2 tâmaras (ou a gosto) pode também usar mel ou açúcar de coco
2 colheres de sopa de óleo de coco ou azeite (caso use lacticínios pode usar manteiga)
1/2 colher de chá de canela
pitada de sal

(caso a massa fique demasiado espessa pode juntar um pouco de leite de amêndoa ou avelã)




Preparação: 

Misture bem todos os ingredientes secos e reserve.
Triture as tâmaras junte com o ovo e óleo de coco e junte aos ingredientes secos. Amasse bem até obter uma massa maleável e fácil de moldar (poderá ter que adicionar mais um pouco de farinha)
Estenda a massa com a ajuda de um rolo e recorte com carimbo ou forma e coloque sobre um tapete de silicone/papel vegetal castanho ou forma perfurada (usei este para as deixar ainda mais durinhas :) ) e leve a forno pre aquecido a 180* durante 10/15 min (depende da espessura que der às bolachas e do tipo de base que utilizar). Retire do forno e deixe arrefecerem sobre uma grelha por forma a não ficarem moles.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Pão de Sanduíche

Inspirada pelo pão de amêndoa low carb que tem virilizado a internet ( ovos, amêndoa, queijo e psyllium) resolvi tentar criar um pão mais leve que os habituais "pães paleo", algo com textura de pão de forma, bom para sanduiches, torradas e tostas e de sabor também ele leve. Um "bimbo" paleo 😝
O resultado bateu todas as minhas expectativas, ficou muito bom e irei certamente repetir.
Ahh e é suuuper fácil e rápido de fazer :)




Ingredientes:

10 ovos
90grs de farinha de amêndoa
110grs de farinha de sementes de girassol (podem moer as sementes com a varinha mágica)
20grs de linhaça moída
5 colheres de sopa de azeite extra virgem ou óleo de coco
1 colher de chá de vinagre de sidra
15grs de psyllium husk em pó
2 colheres de chá de fermento sem glúten para bolos
Sal



Preparacao:

Bater todos os ingredientes na batedeira, verter numa forma de silicone para pão (usei esta da Sweet Selection )
Levar ao forno (pré-aquecido) a 180o durante cerca de 30min (pode variar dependendo do tipo de forma e forno)





sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Gnocchi (nhoque) de Batata Doce

Hoje para acompanhar a  Deliciosa carne estufada do Solar da Giesteira, resolvi fazer gnocchi (nhoque). Como nunca tinha feito (nem antes da Paleo) espreitei esta receita e esta e pûs-me a fazer testes.
Verdade seja dita acabei por fazer duas versões, a primeira (sem ovo) é tão simples e básica que até parece mentira, mas fica deliciosa! E uma segunda ligeiramente mais elaborada e igualmente saborosa.
A melhor parte da receita? Moldar a massa com o meu filho :) Adorou mexer e tentar dar-lhe formas... se fizerem o mesmo lembrem-se de fazer um bocadiiinho mais de massa...just in case :p lol




Receita:

Gnocchi sem ovo:

500grs de batata doce branca cozida (bem seca)
15 grs de polvilho doce ou araruta
1 colher de chá de fermento sem glúten para bolos
Sal e pimenta a gosto


Gnocchi com ovo:

500grs de batata doce branca cozida (bem seca)
1 ovo medio
20 grs de polvilho doce ou araruta
15 grs de farinha de amêndoa
1 colher de chá de fermento sem glúten para bolos
Sal e pimenta a gosto






Preparação (de ambos):

Esmagar muito bem a batata doce e juntar todos ingredientes até obter uma massa como a da imagem abaixo, caso necessário junte um pouco mais de polvilho.



No forno:
Usei um tabuleiro perfurado especial para batatas e bolachas crocantes da Sweet Selection.
Polvilhei com tomilho e levei ao forno a 180o 15minutos, depois virei os gnocchi e deixei mais 5 minutos.
Para ficarem mais dourados pulverizar um pouco com azeite em spray.

Cozido:
Colocar dentro de água a ferver (temperada com sal) deixar 1minuto e retirar com a escumadeira.

Salteado/Frito:

Colocar óleo de coco na frigdeira e fritar cerca de meio minuto de cada lado.


Popular Posts